3.20.2014

País das maravilhas

Que magnífico!
Este hipotético lugar pacífico, intocável
Onde não existe preocupação nem preconceito.
Apenas pureza,
Tudo fácil, tudo belo.
Possível? Nunca.
Que extremista a impossibilidade da sua não existência,
Contudo a mais genuína das verdades.
Nunca enquanto a raça humana permanecer.
Porquê?
Por uma simples razão.
O ser humano é conflito,
É-lo com o próprio, com os outros e com o mundo.
Este move marés, montanhas,
Destrói, cria, começa, finda.
Um círculo.
É impensável viver sem conflito,
Sem ele ninguém expande o ser pensante.
Parece incoerente habitar um lugar onde é complicado subsistir,
Pois o sonho é o facilitismo, a felicidade extrema e constante,
O luxo, o conforto…
Eu não abdicarei do meu conflito,
Do bombardeamento incessante de devaneios.

Cessar é morrer.


 

Sem comentários:

Enviar um comentário